Esculturas de Grafite

 

     Eu modelo as esculturas em argila, cera,gesso ou “clay” (massa de modelar). Depois disso, a partir do que foi modelado, tiro um molde para reproduzir uma tiragem limitada de peças assinadas em materiais mais duráveis, definitivos, como o bronze ou a resina.

 

     Ou seja, uso um processo comum em escultura. Mas muitas pessoas, quando vêem  certas peças terminadas,me perguntam sobre o material, perguntam se é bronze, estanho ou algum mineral. Na verdade, trata-se de grafite mineral. Eu uso o pó de grafite fundido na resina transparente. Não é raro se usar o grafite em certas pátinas imitando bronze. Porem, eu não queria uma pátina superficial que pudesse sumir com o tempo e sim que a aparência da escultura revelasse o material de que ela é feita por completo.

 

  Assim, buscando em meu ateliê um novo material cheguei a este resultado inédito, o “grafite fundido”,  onde a resistência e durabilidade é a mesma de qualquer escultura feita em resina, mas o brilho metálico é o mesmo que vemos na ponta de um lápis grafite.

 

 

 

 

 

 

A Escultura Figurativa

 

 

  Entendo que ao buscar volumes interessantes e adequados ao tema, o escultor figurativo age como um ator que dá  vida a uma personagem. Sabemos que a atuação teatral é bem mais do que mover o corpo mecanicamente deste ou daquele modo, neste ou naquele ritmo. Através do seu corpo o ator revela um estado de espírito. Pois bem, tal como o ator, o escultor também quer manifestar um estado de espírito, porém, caracterizando sua personagem no material que está alem de seu corpo.

 

  Surge uma personagem que não é somente a representação deste ou daquele modelo de ser vivo, ela  é também um registro dos movimentos do escultor atuando sobre o material. Esta  movimentação é, por  sua vez, resultado imediato de uma idéia, de uma emoção, de um impulso vital. Veja que, em última instância, falamos de algo impalpável e sem dimensões que vai se manifestando nos volumes rígidos que compõem a figura. Embora estática, ela  parece toda capaz de movimento, pois emergiu desta falta de rigidez e limite.

 

      Por isso, não me parece suficiente reconhecer como as formas e os volumes da escultura se assemelham ao modelo, também não basta reparar até que ponto a representação é realista ou estilizada.  Podemos ir além. Afinal, não percebemos completamente a obra apenas vendo, comparando e relacionando volumes e relevos. Apreciar ou fazer uma escultura figurativa implica certamente observar como ela retrata este ou aquele ser. Mas, tomando este caminho, acabamos vivenciando ali mais do que isso. Naquela figura volumosa,  que pode  ser vista de todos os lados, é possível reconhecer, enfim, a presença do  invisível, o  sem-lado, a Vida  íntima a todos nós – seres vivos.

 

                                                                 Lauro Toledo

 

 

 

 

 

 

 

          O artista LAURO TOLEDO nasceu em São Paulo – Capital, em 1970. Seu interesse pelas artes começa logo cedo. Aos doze anos de idade estuda no “Curso de Desenho Livre” no ateliê do artista plástico Valdir Sarubi. Aos 18, ingressa no curso Artes Plásticas na FAAP e, um ano depois, em publicidade na ESPM. Chega a trabalhar em uma agência de publicidade, mas não se adapta à profissão.

 

       Em 1994 fixa moradia em Goiânia. Por volta de 1997, em seu novo ateliê, dedica-se as suas primeiras figuras em bronze as quais são selecionadas pelo Salão Casa Grande Novos Talentos. Surgem então exposições na Fundação Jaime Câmera e na Galeria Santa Fé.  Já expôs também em galerias de arte de Campinas e Vinhedo (onde veio a residir em 2002). Seu trabalho foi ainda requisitado para mostras de decoração como “Casa Cor – Goiás” e “Casa Decor – Campinas”.

 

       Em 2010 passou a morar em Delfim Moreira ,na Serra da Mantiqueira, região em que também foram expostas as suas esculturas. Em Itajubá, na Biblioteca Nacional e na coletiva FICA (Festival Itajubense de Cultura e Arte); em Campos do Jordão, nos hotéis “Blue Montain”, “Grande Hotel” e “Le Renard”. Em 2015 foi um dos artistas brasileiros selecionados para participar do projetio Imago Mundi (Benetton’s Collection , Veneza).

 

 

 

 

 

 

      esculturas e desenhos de Lauro Toledo Bernardes       

     Email: laurotoledo@laurotoledo.com.br                                                                        © Copyright 2010 Todos Direitos Reservados / All Rights Reserved